À procura de apartamento!

Hoje tirei mais um dia por causa dos apartamentos, mas desta vez ia mesmo visitá-los! Depois de mil telefonemas para imobiliárias, proprietários e de folhas e folhas e folhas de anotações, lá apanhei 14 mil autocarros para me levarem aos sítios pretendidos!Uma rua aqui em porto Alegre tem à volta de mil números, e não estão bem a ver o que é que eu andei este dia!!!Chega a haver avenidas com 4 e 5 mil números…É a loucura!

Vi vários apartamentos com 2 quartos, uns bons e outros maus, e foi neste dia que tive a minha primeira experiência complicada…Na “Quintino Bocaiúva”, e depois de ter visto um apartamento fui perguntar a um quiosque qual seria o autocarro a apanhar em direcção ao Centro Comercial “Iguatemi”, que tinha perto um apartamento para eu ver.

No mesmo quiosque estava um homem que me ouviu a falar e me perguntou se eu era do Uruguai. Quando lhe disse que não, que era português, ele disse-me que tinha um filho a estudar direito em Coimbra, e que me dava boleia para o “Iguatemi” pois estava a ir para aquela zona. Não me perguntem porquê, mas eu aceitei a boleia sem pensar sequer muito naquilo…Quando entrei no carro, depois de ele oferecer uma gorjeta a um arrumador que estava no local, começou a entrar por avenidas secundárias e disse-me que estava a evitar o trãnsito. Achei aquilo muito estranho, e como já não estava a gostar da cena, inventei logo a história que estava no Brasil em casa de um amigo que era da policia federal. Assim que ele me perguntou quanto é que eu estava a ganhar por mês, fiquei uma beca apavorado, e disse-lhe que ganhava 300 reais, ou seja, 100 € por mês (uma ninharia que nem dava pa pagar as propinas). Acontece que quando dei por mim estava mesmo em frente ao Iguatemi, e comecei a pensar que afinal era mesmo boa vontade do homem…Ele então perguntou-me qual seria o nome da rua onde eu ia ver o apartamento, e erro meu, disse-lhe!lol! Resolveu então arrancar de novo em busca da rua, e quando dei por mim estava no meio de uma “favela”, e ele parava o carro de 2 em dois minutos e perguntava ás pessoas onde era a rua…Eu insistia que ele me levasse de volta para o Iguatemi, mas ele nada (estava branco eu). Depois de muito insistir, ele lá me encaminhou de novo para a frente do centro Comercial, e eu tive a ideia de lhe dizer que tinha de telefonar no “Orelhão” ao proprietário do apartamento. Ele parou o carro, e eu aproveitei e sai finalmente! Ele ainda me disse que me levava, mas eu não voltei a entrar no carro…por incrível que pareça, ainda lhe perguntei o número de telefone, pois segundo ele, ele tinha Rtp internacional e o que eu mais queria era saber onde podia ver o Benfica na quinta-feira seguinte…o nome dele era Paladini, e fica a dúvida:

foi tudo boa vontade, ou foi uma sondagem para saber mais alguma coisa?.. A lição eu bem aprendi, e não volto a fazer isto de certeza, especialmente no Brasil!

Vi apartamentos bem bons, mas a notícia pior chegou à noite quando o Godinho me disse que não podia cancelar o contracto com a imobiliária. Foi então um dia perdido pois já não podia ir para um T2, mas sim um T1!
Fui afogar as mágoas nuns chopinhos e num concerto do namorado de uma amiga da Camila no “Dado” bar! eheheh! O estranho era que o bar estava situado dentro do Centro Comercial!Imaginem o Colombo com a Lux lá dentro!!!É parecido!!

Esqueci-me de referir que provei o XIS que é uma espécie de dupla panqueca com carne, queijo fiambre, vegetais (que tirei) e ovo!!Muito fixe!!fast food!

Share Button

Leave a Reply