• Sal grossssssssssssso!

    Olá amigos,

    Já se passsaram 18 dias desde que voltei de Cabo Verde mas é preciso muito mais do que frio, nevoeiro e chuva para me fazer esquecer de mais uma memorável expressão criada pelo meu compincha Fontinhas aquando da nossa estada por terras Africanas…

    “Sal Grosssssssssssso”, com um forte carregamento nos “ésssses” é, e passo a explicar, aquela expressão que pode ser usada em praticamente todas as situações :) Ora vejam lá se não tenho razão..

    – Uma bela moçoila atravessa-se à nossa frente, e ouve-se ao fundo… “SAL GROSSSSSSSSSSSSSO!!!!

    – Alguém bebe uns canecos, abraça-se a uma estátua baptizada “Guardiões do Xub Xolo” e ouve-se ao fundo… “SAL GROSSSSSSSSSSSSSO!!!!

    –  Depois de mais uma fantástica jogada de puro voleibol a três toques ouve-se ao fundo… “SAL GROSSSSSSSSSSSSSO!!!!”

    – A jogar à vidente, alguém pergunta: És o assassino ? E a resposta é.. “SAL GROSSSSSSSSSSSSSO!!!!”

    Aqui ficam alguns momentos inesquecíveis de Sal grossssssssso :)

    Sal grosso.jpg

    Cabo Verde1.jpg

    Da esquerda para a direita:

    – Pedro Paiva arma-se em Mitch Buccannon!

    – A chegada a Cabo Verde!

    – A grande carrinha Benfiquista da Ilha do Sal!!! SLBBBBBB:)

    – Eu e a Mari, no último dia do ano!

    – Eu e o Paiva, em grande estilo!

    – A Mari a conversar com um peixe balão :)

    SAL GROSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSO!!!!!
    Bjs e abraços,

    LM

    Share Button
  • O mastro

    Olá amigos!

    Continuo a falar-vos de Cabo Verde porque apesar de ter sido apenas uma semana, foi uma semana farta em parvoeira! Desta feita falo-vos de mais uma palavra que marcou a Ilha do Sal, e que de certeza em breve será atribuida a algum nome de rua ou praça em Cabo Verde: “Mastro“!

    Segundo o dicionário, a palavra mastro, substantivo masculino significa:
    1. Cada uma das peças altas (verticais ou oblíquas) onde se sustentam as velas de uma embarcação.
    2. Madeiro alto (em ginástica).
    3. Pau (nu ou enfeitado de folhagem) em que se arvora uma bandeira.
    4. Árvore de São Tomé.
    5. Pessoa desmedidamente alta. 

    Foi introduzida no dialecto desta viagem pela “pessoa” que é o nosso compincha “João Fontinhas”, que estava, relembro, devidamente acompanhado pela sua esposa, a Bá! Claro que isso não o impediu minimamente de desenvolver todo um conjunto de teorias sobre este instrumento, claramente referindo-se às suas características mais pessoais, coisas que de facto não posso comentar neste post tamanha era a badalhoquice!!!

    O Mastro do Fontinhas, como passou a ser chamado dava para resolver todo um conjunto de situações do dia a dia:

    1. Furos em busca de petróleo;

    2. Pendurar roupa para secar;

    3. Saltar à corda;

    4. Transportes vários…

    No final da semana, a famosa música entre as crianças, “A árvore da montanha” já tinha toda uma nova letra e foi rebaptizada para “O mastro do Fontinhas” a, e, i , o , u.

    Se alguma vez nos virem nos seguintes preparos, já sabem a que é que nos estamos a referir:

    IMG_0418.jpg

    Pouco mais há a referir sobre o mastro, marca registada Fontinhas!!!

    bjs e abraços,

    LM

    Share Button
  • Pajemmmmmmm!

    Olá amigos!

    A viagem a Cabo Verde foi farta em episódios extremamente interessantes… :)

    Podia fazer uma descrição pormenorizada de toda a semana, explicar-vos como é a ilha do Sal, a vida no “RIU Resort”, os Cabo Verdianos, mas não o vou fazer meu caros!! Em vez disso, nos próximos posts contar-vos alguns desses episódios mais marcantes, muitas vezes descritos simplesmente por uma palavra…

    O que é um pajem perguntam vocês ?

    Substantivo masculino

    1. Moço que acompanhava o rei ou os nobres e lhes levava as armas quando iam para a guerra.
    2. Taurom. Neto (em touradas).
    3. Grumete que trata de limpezas (em navios de guerra)

    Às vezes algumas palavras soltam-se no ar como pura magia, e basta uma entoação diferente da habitual para nos transportarmos para uma outra época, neste caso, uma época assim mais medieval, com um sotaque Português Ucraniano 😉 Foi assim durante uma semana inteira! Elegemos o PAJEM de serviço, e sempre que qualquer actividade menos boa fosse necessária, soltávamos um grito e cada um de nós tinha autoridade para dizer coisas do género:

    “Pajem, baralha as cartas que tenho as mãos cansadas!”

    “Pajem, prova este gelo e vê se ficas de caganeira!”

    “Pajem, sacode as moscas que me estão a perturbar!”

    “Pajem, esta estrada está com buracos, terraplana isto antes de passarmos!”

    Para terem uma ideia de como isto poderá soar a um ouvido destreinado…cliquem aqui!

    E quem será que foi o tão famoso Pagem do gang do all in ?…

    Pagem.jpg

    bjs e abraços,

    LM

    Share Button