Magia no Rio

Olá a todos,

Escrever quando viajo é uma das coisas que mais gosto de fazer, e desde que cheguei ao Rio de Janeiro para 10 diazinhos de férias que estava com vontade disso. A verdade é que as quentes noites do Rio regadas com Chopp gelado,  amigos e muita música não me deixaram muito tempo para partilhar nem aqui, nem no Facebook!

Têm sido momentos brutalíssimos vividos por cá a partir do Leblon, o nosso “acampamento base” situado  a uns miseráveis 300 metros da praia, habitado há já alguns meses pelo Paiva e pela Paula, os novos Cariocas Lisboetas cá do sítio e que nos dão excelente guarida para estas férias!

Os pontos mais turísticos do Rio estão a ser feitos a passo, sem grandes pressas, a aproveitar cada momento e sem dramas ou stresses, mas aquilo que me leva a escrever desde já foi uma das mais incríveis noites vividas por cá… SAMBA!

Passou-se tudo no clube Renascença, bairro de Andarai, perto do estádio do Maracaná, onde o Bessa (amigo de Paiva e Paula) nos tinha avisado que haveria Samba de Raíz, mais especificamente, a roda de samba “Samba do Trabalhador”… O Paiva sabia que nós íamos gostar, mas sinceramente não estava preparado para sentir tanta alma Brasileira em meras 4 horinhas.

A lotação daquela espécie de clube, associação desportiva e cultural estava prevista para 1000 pessoas, mas tenho muitas dúvidas que essa lotação não tenha sido ultrapassada naquela Segunda-Feira! Estava completamente à pinha, cheia de gente boa, gente Brasileira que adora e vive o Samba tal como em certa parte nós vivemos o fado, mas com uma ligeira diferença, é que este Samba é mais cantado, é mais mexido, é mais público e menos intérprete…É simplesmente incrível a vibração que se cria, com os instrumentos típicos, com as vozes, a dança, os sorrisos.

Saímos de lá inchados por conseguir dizer que vivemos aquele momento, e voltava lá…já!

YouTube Preview Image

Bjs e abraços,

Luís M.

Share Button

Leave a Reply