Olha a caminhada fresquinha!!!

Olá a todos,

depois do belo pequeno almoço preparado pela nossa senhoria Kathleen, O dia de hoje não podia ter começado melhor. Quando todas as previsões davam chuva, começámos logo pelas 08h a ver os primeiros raios de sol a furar as nuvens bem lá em frente à nossa “white House” o fantástico bed & breakfast onde ficámos a pernoitar estas duas noites na localidade de Stromeferry.

A ilha de Skye ainda ficava a 30 minutos, e o local para onde nos dirigíamos a praticamente 1 hora. Carregámos o carro todo, e avançámos para SKye, tinhamos um longo dia pela frente!

A paisagem de Skye após os primeiros 30 minutos muda drasticamente. Depois de várias pequenas localidades, entramos realmente na parte “Highland, por monumentais vales, montanhas indescritívies, e estradas que normalmente são de 1 via apenas, entre lagos, mar e paisagens incríveis a perder de vista.

IMG_7395

O sol continua a aparecer com força, e quando damos por nós, estamos a abrir as janelas com calor! Passamos por Portree, e estacionamos no sopé de uma montanha que tem no seu topo uma formação rochosa muito típica na ilha denominada Old man of Storr… É um trekking de 1 hora a subir praticamente a pique para lá chegar, dos 0 aos 500 metros de altura, mas vale muito a pena! A paisagem lá de cima é absolutamente incrível, ainda por cima com a visibilidade com que estávamos apesar dos picos da montanha estarem envoltos numa nebluna que até lhe dava um ar muto mais desafiante.

Old man of Storr

IMG_7461

IMG_7405

IMG_7407

IMG_7430

IMG_7436

IMG_7451

IMG_7456

Almoçamos no caminho em mais um daqueles restaurantes simpáticos à beira da estrada, e seguimos para Norte em direção a Staffin, uma localidade onde se parte para mais um grande trekking e um dos mais conhecidos da ilha, o Quiraing. É uma formação rochosa monumental, o trekking é circular e tem uma daquelas vistas únicas sobre a ilha…

Estava felizmente Sol, mas um ventinho frio continuava a soprar, e lá saímos os dois em frente por entre um trilho muito bem delineado. Avançamos, supostamente seriam 2 horas no total, mas aos 45 minutos entramos numa zona bem mais escura no sopé da montanha, com alguma lama à mistura, e continuámos a subir. Passàmos uma pequena vedação, virámos à esquerda, e continuámos a subir, mas esta subida foi um pouco mais difícil, o trilho estava muito perto de um bruto precipício e sentimos o vento a mudar um pouco, e algumas nuvens a aparecer… Chegávamos em breve ao cume, mas o sol que tanto nos tinha acompanhado, agora estava longe! O chão estava molhado, cada
vez mais lamacento, e chegados ao cume, perceber o trilho foi o cabo dos trabalhos… Entre a luz que era menor, o trilho que não aparecia, e a chuva que parecia ir chegar, já estávamos um bocadinho nervosos, no topo da montanha sozinhos, quando a minha esposa olha para mim e me diz, temos de descer, e parece-me que as ervas estão mais batidas ali…! Pumba, fez-se luz, vimos o lago ao fundo, um trilho, e em passo doble descemos que ainda tinhamos 1 hora de caminho pela frente! A parte final foi horrorosa, com uma descida vertiginosa basicamente sem trilho, diretamente na montanha, mas nesta fase já viamos o parque onde o carro estava estacionado, e foi bem mais tranquilo, apesar de quase descermos a rebolar! uff!

Chegámos ao fim ainda cheios de adrenalina, contentes, mas com a certeza que aquele trilho deveria ser refeito, mas muito mais cedo no dia para que a pressão do final da tarde não exista!! 🙂

Olhem só as monumentais fotos deste trekking em QUIRAING

IMG_7480

IMG_7482

IMG_7485

IMG_7492

IMG_7503

IMG_7524

No regresso, noite cerrada, 3 horinhas de carrinho e resolvemos ligar ao bed and Breakfast onde iríamos dormir para dizer que íamos chegar pelas 20:30, ou seja, um pouco mais tarde. Bem, a mulher ao telefone passa-se… diz que não espera e que a essa hora já ninguém na vila serve jantar, e que toda a gente já vai dormir…!
Nem acreditávamos nisto, tínhamos ainda de comer algo e a mulher dizia-nos que não ia esperar mais! Ainda lhe disse para deixar a chave com alguém, mas ela dizia que não o fazia!

Arrancámos mais uma vez em passo doble, e depois de termos ainda visto veados selvagens à beira da estrada, lá conseguimos chegar ao “bed and breakfast”, onde nos percebemos que afinal, a senhora queria era mesmo estar já com os pézinhos na cama às 20:00!!!Bastard!!!

Olhem só o que ainda vimos no caminho de regresso…

IMG_7535

bjs e abraços,
Até amanhã diretamente do Lago Ness, eu a Marisa e o monstro!

Luís M.

Share Button

Only 1 comment left Go To Comment

  1. cheap auto insurance in Columbus, OH /

    Thanks for that! It’s just the answer I needed.

Leave a Reply to cheap auto insurance in Columbus, OH Cancle Reply